Páginas

quarta-feira, 22 de março de 2017

Outone-se.




As folhas vão caindo sob as arvores nuas,
há renascimento sobre o chão umedecido.
Então pise leve, ouça o crepitar das folhas,
embriagadas pelo ultimo perfume contido.

Se entregue a um maravilhoso aconchego,
com sabor aromático de chocolate quente,
deite-se num colo a ouvir cantos de ninar,
então se entorpeça nesta ternura presente.

Olhe pela janela, veja as despidas arvores,
onde canta sonoro uma sabiá laranjeira.
Lance os olhos sobre o campo verdejante,
umedecido pela ultima chuva de março.

Há neblina sobre a serra, que se esconde,
sob um manto cinza lindo e translucido.
Esfregue as mãos geladas junto ao fogão,
onde aquece o prato de mingau de milho.

Outone-se nos olhos da bela doce amante,
aqueçam nos findos raios de sol do verão,
mergulhem-se num abraço aconchegante,
que faça acender a chama desta paixão.


Toninho
20/03/2017

Coisas interessantes no meu bloguito :toninhobira.blogspot confira.


sexta-feira, 17 de março de 2017

Uma calçada do amor.



I
Fez-se repentina ventania.
Um lindo tapete lilás se viu
pela calçada toda florida.
O olhar cruzou seu caminho,
uma flecha certeira no coração.

     II
Paixão plena com romantismo,
Desejos loucos de aproximação
Um helicóptero com otimismo,
Choveu flores na cor da paixão.
O amor estava no ar.

III
Quem passa pela calçada,
das pedras ouve sussurros,
das belas flores roxeadas
jogadas por um casmurro,
no desespero da sedução.
O amor floresce.

Toninho
17/03/2017

Minha participação na BC_#umaimagemem140caracteres de toda sexta-feira com uma imagem para sua inspiração.
Confira aqui Marina e Silvana .

*********************
Um bom fim 
de semana
para você.

  

terça-feira, 14 de março de 2017

O último trem.




Ouviu-se um apito, tremeu-se o chão.
lá vem o trem sobre linhas paralelas,
na plataforma exala-se pura emoção.
A incerteza da volta de toda partida.

Há um rio de lágrimas vãs esperanças,
vem a saudade oxidada pelas lagrimas,
que brotam nos olhares com descrença,
de ver o trem desaparecer entre serras.

O ultimo trem apitou na ultima curva,
deixou pelo ar uma frase com fumaça,
que hoje vejo mesmo com a vista turva,
o que cantava o cego profeta da praça.

Agora os trilhos adormecidos ao relento,
onde equilibravam outrora os meus pés,
de braços abertos liberdade sobre o aço,
na mente o menino feliz vem recordar.

Por instante ouve o apito na distancia,
busca algum rastro de fumaça pelo céu,
corre pelos trilhos emoção da instancia.
acorda o menino no meio de um cordel.

Toninho
14/03/2017,
Veja o que temos o outro blog: toninhobira.blogspot


sexta-feira, 10 de março de 2017

Perigosa ousadia.

Uma imagem em 140 caracteres a BC de toda sexta feira promoção de Silvana e Mari. Confira outras inspirações. Eis a imagem:


Olhar I

Discriminada com excesso de peso,
dedicou-se à reeducação alimentar,
bem sucedida desafia-se no balanço.
Ousada vai ao limite do equilíbrio.

Toninho.
10/03/2017

Olhar II

Após dieta Yoga e muito sacrifício
Desafiou-se no limite do balanço.
mas esqueceu-se da lei do equilíbrio.
Não deu outra. Caiu como uma jaca.

Toninho.
10/03/2017