Páginas

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Moradia certa.












No coração tem moradia certa.

Às vezes o amor se perde pelos caminhos
Deixando suas marcas feitas às cicatrizes
Que sempre importunam como espinhos
Quando nos impõe a viver dias infelizes.

Há um lindo canto festivo no coração,
Que se adorna de cores em vivas flores,
Mas que se faz triste sem ornamentação,
Quando vive da ausência feita de dores. 

Ao amor se permite sonhos verdadeiros
Que nos leva a prazeres infinitos
Ainda que em momentos passageiros
Sente como se vive os dias mais bonitos.

Assim que vive nesta moradia tão certa,
O amor que realiza as graças benditas,
Que fará na claridade da alma aberta,
O mais belo florescer de emoções infinitas.  

Toninho.
05/10/2011
  

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Aprendendo com a Primavera













Tapete lilás
Namorados na praça_
Ipê roxo vê.


 
Sombra dourada
A menina descansa_
Ipê amarelo.













Pétalas no chão
Sonhos disseminados_
Bem me quer Mal me quer.
******************************************************************
Interação da poetisa Flor da Vida: obrigado amiga.
Dos galhos floridos
Folhas perfumadas caem
Sonhos ao vento
******************************************************************


 ***************************************************************
Fotos do Google.

Obs. Sempre fui apaixonado pela arte do Haikai e tento aprender. 
Claro que as dicas e criticas serão aceitas.
****************************************************************
Para ouvir musica clic no botão play.