Páginas

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Em meu coração.


Em meu coração recebo pessoas,
Sublime festa do meu coração,
Algumas são sempre bem vindas,
Num cantinho especial do salão.

Outras tantas vezes há invasão,
Por quem nunca se apresentou,
Que passa para deixar a solidão,
No salão onde outrora circulou.

O coração é mesmo sem maldade,
Para entender esta minha sina,
Pois quando esta feliz de verdade,
Logo vem alguém virar a pagina.

Então decidi meu coração trancar,
Para que não mais sofra desilusão,
Com visitante que vem como mar,
Ruir os castelos da minha emoção.

Como posso trancar meu coração,
Se ainda reside o desejo de amar,
Que tanto me acelera a pulsação
Quando me proponho a sonhar?
        
Toninho.
17/05/2013
***************************************
Um bom fim de semana a todos.
***************************************
  Amigos que se inspiram e brilham:
Calu:http://fractaisdecalu.blogspot.com.br/

Fica mesmo este dilema
que a todos faz pensar
como trancar um coração
que se dispõe a amar?

Melhor deixá-lo ser
natureza a borbulhar
aprender a escolher
as ondas deste mar.
******************************************
Vilma Piva : http://vilmapiva.blogspot.com.br/
Não contarei minhas dores
nem direi meus porquês,
só sei dizer que certa vez
vi meu coração em sofreres.

E nada é mais amoral que essa dor
sentida no vazio de uma ausência
a corroer a ferida em permanência
sem unguentos para o dissabor.

Mas um coração de amor não se cala,
ainda que triste, na fossa por morrer,
bate sofrendo, procurando viver
pequenas alegrias e o tempo o reinstala.
**************************************

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Exilado do seu coração.




Sou a esperança encarcerada,
Agônica nas grades do coração.
Nas noites sem luar a amada,
A sofrer na apodrecida relação.

E você tão distante na inércia,
Que maltrata minha existência,
Cada dia uma estranha tirania,
Onde apenas vivo a penitencia.

Vivo o exílio na ilha dos amantes,
Cada dia se arrasta lentamente,
As águas que vêm como visitante
E logo se afastam naturalmente.

No desespero me vem uma prece,
Que as águas corroam os grilhões,
Deste coração que apenas padece,
Nestas derradeiras alucinações.

Toninho.
02/05/2013
Apenas uma inspiração
Da série: No coração de uma mulher.
Colocar-me em uma delas. O Chico Buarque tem esta habilidade,que sempre admirei por isso a ilustração com uma de suas canções no coração de uma mulher.
********************************************
 Uma boa semana para nós.

domingo, 12 de maio de 2013

Mães são estrelas


Queria cantar com toda alegria,
Que despertasse nossa felicidade,
Ao som dos sinos em harmonia,
Em todas as capelas da cidade.

Queria que fosse a eternidade,
a presença que afaga coração,
Pois que é toda uma docilidade,
O ser amado do Pai da Criação.

Lanço meus olhos no infinito,
Sob a sombra como um manto,
Sinto que aquece todo espirito,
Renovo minha fé com o canto.

E quando uma estrela cadente,
Varar o infinito na noite escura,
Elevarei os meus olhos contente,
Pois nela a imagem se emoldura.

Então meus braços se abrirão,
Como o fez no alegre pós-parto,
Sentirei uma calma no coração,
Na linda lembrança do abraço.

Toninho.
11/05/2013


Uma homenagem a minha mãe e a todas as mães que se entregam aos cuidados da geração, criação e educação de seus filhos.
A todas vocês mães que por aqui passam, sintam minha ternura e gratidão pelo milagre que representam na vida de todos nós. E recebam esta rosa virtual.
*******************************************************
Interação da amiga Franciete:http://lamentosdealma.blogspot.com.br/
Obrigado Franciete.

MÃE

São três letrinhas apenas
as desse nome bendito
também o céu tem três letras
e nele cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe
todo o bem que ela disser
nunca ade ser tão grande
como o bem que ela nos quer

Palavra tão pequenina
bem sabem os lábios meus
que és do tamanho do céu
e apenas menor que DEUS.

*************************************************
Uma linda inspiração da amiga poetisa Nadia:
http://poesiasesonetos.blogspot.com.br/

Dia das mães é todo dia,
é uma emoção que se sente,
ver com muita alegria
os filhos, pedaços da gente.

*************************************************