Páginas

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Haikai_Flor Cadaver

Há flor-cadáver.
Inflorescência fatal_
Jardim de Inhotim.

Morte de insetos.
Floração fedorenta_
Tem flor-cadáver.

Vida incerta.
Raridade num jardim_
Vi Flor-cadáver.

Parque Inhotim.
Flor-cadáver floresce_
Perfume da morte.


Nota:

Originária da Indonésia, na Ásia, a "flor-cadáver" foi a primeira a florescer na América Latina, em Inhotim. A espécie é considerada a maior do mundo. A primavera no parque Inhotim, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu um toque diferente na manhã desta sexta-feira (14/9/2013).  A "flor-cadáver", da espécie Amorphophallus titanum, cultivada no jardim botânico, floresceu, pela segunda vez. O intervalo entre as florações pode variar entre dois e dez anos e, como a flor nasceu em apenas dois anos, os especialistas avaliaram como uma floração rápida. Ainda segundo Letícia, a planta floresce no máximo três vezes e vive entre três e cinco dias. Seu cheiro se parece com açúcar queimado e peixe podre, o que faz atrair os insetos carnívoros que assim morrem.
(fonte Jornal Estado de Minas- Primavera de 2013)
 


Atenção Marilene e Vera fiquem atentas, caso ela volte a florescer nesta Primavera para vocês registrarem.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Tapetes em mutação.


 Tapete em mutação.



Em meus olhos todo encanto,
para estes jardins floridos,
estação das flores eu canto,
há ênfase nos meus sentidos.

Mas quando chega o verão,
todo o meu corpo se aquece,
na praia há palma em botão,
sob o Sol que já resplandece.

Há poesia em cada estação.
ouvi o som das folhas secas,
fez se o tapete da mutação,
De flores mortas nas cercas.

Então veio a estação do frio,
Já Floresce no campo o ipê,
Que finda este merencório,
pois já a Primavera antevê.

Toninho.
10/08/2014

Foto inspiradora daquilugarescoloridos.blogspot.com.br

 Obrigado Chica por ceder a foto

“Folhas caídas pelo chão...
Tapete lindo, que muda de cores com a estação!”  Chica 30/06/2014