Páginas

quinta-feira, 31 de março de 2016

A bailarina.














Bailarina é como os passarinhos,
baila na leveza com toda graça.
Bailarina ensaia seus passinhos,
na mesma elegância da garça.

Mesmo quando ausente é dança,
encanta com o andar levemente,
no equilíbrio do fiel da balança,
precisa aliança corpo e a mente.

Bailarina é como a folha ao vento,
levada pelo som harmonicamente,
baila, flutua como colibri portento,
pousa como a borboleta belamente.

A bailarina esconde toda sua dor,
nas pontas dos pés há resignação,
no fim da dança expressa o amor,
sob os aplausos sorri com emoção.

Toninho

28/03/2016

Inspiração daqui: paulabelmino.blogspot (Poesia do bem)
**************************************************
A todos um belo fim de semana.
Feliz Abril que abra as portas da felicidade 
e das possibilidades.
Obrigado.

terça-feira, 29 de março de 2016

Ditadura do ciúme.




O ciúme desceu febril até coração,
as afiadas garras ritos de desamor,
que tanto se mata sem compaixão,
ébrio o coração agoniza numa dor.

Como pode ver os olhos a inverdade,
Derramar a sua lava de puro ácido,
para deformação de uma realidade,
que faz o amor desequilibrar flácido.

sonolentos dias são como ponteiros,
do relógio esquecido numa parede,
é um som desafinado no dia inteiro.
assim é a saudade, que tudo impede.

não fosse a força do ciúme doentio,
não viveria o desespero da insônia,
contar as horas vazias sob o domínio
da tristeza, na conta da melancolia.

Toninho
23/03/2016

**********************************************


Zumbi


Parabéns Salvador pelos 467 anos.
Obrigado Salvador por me acolher 
29/03/2016