Páginas

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Paraná o herói.

Minha participação na BC_Botando a cabeça para funcionar Nº5. conheça e participe aqui: chicabrincadepoesia. Logo apos a imagem a minha leitura. 


Ninguém poderia imaginar que tal fato pudesse acontecer. Mas é certa que certas coisas adquirem uma força incomum para acontecerem. Foi assim que o cavalo Paraná se tornou herói para uma família em férias no interior no ultimo verão.

Um menino de cinco anos se desgarrou da família e se encaminhou para o curral passando inocentemente para dentro do curral pela folga entre as tábuas da cerca. Dentro estavam duas vacas recém-paridas com seus lindos bezerrinhos. Ao ver o invasor ficaram em posição de defesa. O menino sorria vendo as vacas cavarem o chão com as patas e sopravam o chão. Achava bonita a poeira, que subia nas ventas das vacas.

Por ação de algum anjo a mãe percebeu a falta do menino. Soltou um grito pelo nome do menino ao perceber que ele estava dentro do curral, gerando uma correria geral para este. O menino que respondeu:
- “Tô aqui com os boizinhos”. Ficaram em pânico quando viram uma vaca se encaminhar em direção do menino. Ficaram congelados.

Como movido de razão o cavalo Paraná partiu em direção à vaca se colocando entre ela e o menino numa clara proteção. No desespero o pai do menino o puxou pelo braço passando-o por entre as tábuas. Neste instante a vaca avançou sobre o cavalo o ferindo com seu chifre e ainda deu uma chifrada na tabua onde o pai do menino acabara de sair.

Houve um suspiro geral de alivio ao ver o menino livre nos braços do pai. Mas ficaram consternados com o relinchar do cavalo ferido na anca a sangrar. Mas o boiadeiro Tonhão pulou para dentro do curral afastando a vaca e tomando o cavalo pelo cabresto e retirando para fora do curral, para cuidar da ferida, aos olhos lacrimosos da mãe do menino.

Ela gritava que o cavalo foi herói em se sacrificar para salvar seu filho, que devia tudo na vida ao cavalo. Nesta emoção pegou uma flor amarela e trouxe para junto do cavalo, alisando sua crina e querendo prender a flor nela, como prova de gratidão. Mas Paraná ao ver a flor, levou a boca e começou a comer aquela flor nas mãos da mãe do menino, que fez questão de registrar em foto, que a filha trêmula fez com o celular.  E repetia que Paraná é nosso Herói.

Toninho
14/04/2016
**************************
Um bom fim de semana
para todos.


segunda-feira, 11 de abril de 2016

Doce contentamento.


Minh’ alma cheia de esperanças,
que renasceram no ultimo verão,
tal Como nas Bem-aventuranças,
felicidade que inunda o coração.

Mas é Outono, meu coração cala,
sobre folhas secas, mortas e frias,
onde piso e abaixo a minha mala,
carregada das minhas fantasias.

Caminho movido pela esperança,
como quem garimpa ouro no rio,
na certeza do encontro me lança,
no frenesi. Fico feliz, até sorrio.

Mas vem teu perfume no vento,
como a recriação da primavera,
que refaz o meu contentamento,
vem brilho nos olhos doce espera.

Toninho
07/04/2016
Outro canto meu: toninhobira.blogspot

***************************************
Uma semana linda
para todos.