Páginas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Lembranças da noite.




Quando criança tinha medo das noites,
com todas aquelas criaturas presentes,
de lobisomens e as mulas sem cabeças,
era para mim uma tortura crescente.

Com o tempo as guardei na memoria,
como quem usa uma sacola de trecos,
dela retiro lembranças para escrever,
os Fatos que ilustram minha historia.

São imagens difusas vistas pela janela,
em noites insones que me atormentam.
Às vezes não encontro os carneirinhos,
voando em forma de nuvens brancas.

Então fecho os meus olhos pelos sonhos,
onde viajo na gigante mariposa azul,
que me leva ao mundo dos encantados
de Seres notívagos criaturas noturnas.

Quando o dia precipita sobre a cidade,
vejo raios dourados pela fresta aberta.
Os olhos cansados da estranha viagem
cerram-se na manhã, então adormeço.

Toninho
05/02/2017 
Outro blog meu: toninhobira.blogspot

************************

Texto participaçao da Bc_botando a cabeça para funcionar que a Chica promove todo dia 5, 15 e 25. conheça e participe aqui chicabrincadepoesia
***************************
Uma boa semana para todos.
Paz e alegria 

32 comentários:

  1. Que lindo te ler!

    Inspiração enorme!

    E nossa cabeça divaga e passeia nas noites de insônia...Gostei das lembranças de infância.... Bom quando chega o sono ...Valeu!

    Obrigadão,tudo de bom, linda semana! Levei teu link! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Belíssima participação caro amigo Toninho, desejo-lhe uma semana muito abençoada, um abraço

    ResponderExcluir
  3. Toninho...não importa o tema ... sua inspiração é perfeita! Bj

    ResponderExcluir
  4. Uma bela participação, com um poema muito belo.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. SEmpre bela a inspiração amei tudo, as lembranças, o viajar na imaginação, o vídeo. Bom dia , tem dica de livro no blog

    ResponderExcluir
  6. Quem nunca teve medo?
    Acredito que sempre temos do desconhecido.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Que linda inspiração, amei ler amigo Toninho, ah, como é bom lembrar as coisas boas de nossa infância!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  8. Amigo Toninho, realmente quado somos pequenos temos muitos medos noturnos, eu tinha medos mas eram relacionados com o dia, um grande abraço

    ResponderExcluir
  9. Oi Toninho,
    Eu era muito madura já com 5 anos(sofrimentos). Na escola aprendi essas histórias sem medo e até hoje não tenho medo de nada. Mas, gostaria de ter tido medo pelo ao menos na infância, mas minha infância não deixou.
    Linda participação
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  10. Boa noite meu amigo, fronteira dos dois lados. Bahia e MG. Dois Estados que eu gosto bastante. Não sei sobre a tal página Toninho. Pode ser o Chrome. Lia uma matéria que dizia que ele (navegador) estava enviando pop-ups para usuários que navega com ele. Os usuários precisam estar sempre limpando os dados de navegação. Eu uso o bloqueador Adblock Plus no Chrome. Uso bastante o Chrome, mais gosto muito de navegar com o Opera também.
    Muito bom seu texto. Eu quando pequena tinha medo dos personagens das histórias que meu pai contava. Era de arrepiar, e a noite até o vento que batida na janela era motivo pra sair correndo pra dormir no quarto da mamãe. Bons tempos que me traz muitas saudades. Obrigada por me fazer descer lá atrás e viver coisas boas.

    Toninho a coisa no meu Estado não está nada boa. (agora nesse momento). Estamos presos em nossas casas, o comercio banco escolas, correios, praticamente tudo está fechado desde sexta-feira à tarde, a cidade parou. Parece uma cidade fantasma, só bandidos circulando Alguns minutos atrás o centro da cidade estava sendo destruídas, lojas sendo quebradas e ninguém pode sair pra defender seu patrimônio, seus bens materiais. Bandidos tomou quase todas as cidades do ES. Não temos policiais nas ruas... Todos os policiais entraram em greve na sexta-feira a noite no ES inteiro. Estamos esperando que o Governo aceite a proposta das mulheres dos policiais, porque são elas que estão no comando da greve. Se os policiais entrar em greve eles é preso, então deixaram por conta de suas mulheres. O ES esta tomado por bandidos, se a gente sair na rua é assaltado, rouba, carro a moto, então não há outro meio. Pessoas de bens dentro de casa trancados, e bandidos na rua. Acho que nem a força nacional vai conter esses bandidos. Estamos ansiosos que tudo volte o normal até amanhã... Nossa vida precisa continuar.
    Veja o jornal que você vai ficar horrorizado com a violência aqui no ES. Estamos presos em casa desde sexta à noite.
    Primeiro essa ameça de febre amarela no meu Estado, e agora essa bandidagem solta nas ruas.

    Só Jesus pra nos proteger.
    Uma boa semana amigo!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  11. Oi Toninho
    Participação magnífica, parabéns meu amigo poeta, artista das palavras.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Ah me esqueci de comentar a ótima escolha do fundo musical, sensacional, música espetacular.

    ResponderExcluir
  13. O Pedrinho ainda fica com a luz do corredor um pouco acesa, até adormecer. Às vezes diz que já é crescido, que não precisa, mas uns dias depois esquece-se... Não sei do que tem medo, na verdade. Mas adormece 5 minutos depois de pousar a cabeça na almofada.
    Já eu sou como vc, às vezes sofro de insónias. Nessas noites, levanto-me e escrevo.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do MUndo

    ResponderExcluir
  14. Uma participação excelente... O que se passa na infância é mesmo marcante e faz o adulto de amanhã/hoje... São "coisinhas" que tornam a nossa essência...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  15. Amigo Toninho, identifiquei-me muito consigo :)
    Em criança eu morria de medo da noite e das criaturas que a minha imaginação fértil criava.
    Hoje também tenho noites de insónia, mas por outros motivos não menos preocupantes.
    Gostei muito da banda do vídeo.
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  16. Participação impecável, querido Toninho
    Vídeo e versos perfeitos.
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  17. Que linda inspiração amigo Toninho.
    Que não teve medo do escuro em criança? Eu tinha e muito .
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  18. Excelente participação, Toninho!
    Magistral!
    Eu, em criança, não gostava do escuro, mas não tinha insónias.De agora não posso dizer o mesmo...
    Dias de Verão muito agradáveis e com noites bem dormidas...
    Abraço, estimado amigo.
    Beijos de paz.
    ~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  19. A infância é esse lugar que as vezes nos faz lúdico e as vezes nos faz tristes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Como sempre, uma excelente
    participação Toninho ;)
    Adorei sua composição!
    Quando criança eu tinha muito medo do escuro...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Talento e imaginação, sempre em alta, Toninho!
    Desafio superadíssimo!
    Um grande abraço! E continuação de uma inspirada e feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  22. Toninho, riqueza imensa essas lembranças da infância, mesmo que sejam medo da noite, da tempestade, dos latidos de cães em casas próximas às nossas, das histórias que nos contavam da mula sem cabeça, de defuntos que viriam puxar nossos pés na tétrica noite; sem essas riquezas, que trazemos todos da infância, a poesia seria mais pobre. Parabéns pelo ótimo poema, meu amigo.
    Um grande abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
  23. Os medos da noite tão normais quando somos crianças e quem não teve ou tem insónias de vez em quando.
    Maravilhoso poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  24. Na infância, todos tivemos os nossos medos. Mas com a idade vão-se esfumando.
    Um poema magnífico, gostei imenso.
    Continuação de boa semana, caro amigo Toninho.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  25. Toninho, dentro de nós ainda sobra uma criança medrosa. Eis a beleza da velhice, pois toda a beleza está na infância. Abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  26. Ainda bem que vc tem uma sacola. Eu já fiquei noites sem dormir, com a cabeça envolta pelo cobertor, por medo do homem do saco, aquele que passa na rua e leva as crianças levadas dentro de um saco. kkkkkkk Bons tempos! Bjs

    ResponderExcluir
  27. Estou feliz por poder comentar de novo. (kkk)
    Amigo, voltei no tempo. Lembrei de histórias "assustadoras" que meu pai contava quando eu era pequena. E como conseguir dormir depois? kkkk
    Um beijo, querido!

    ResponderExcluir
  28. Tão bom te ler
    Sabe? Ainda vivo um pouco desse sonhar e deixo fluir rsrs
    Mas aqui parece mágica a leitura.

    Beijinho ✿

    ResponderExcluir
  29. Neste voo sem carneirinhos é difícil conciliar o sono com os terrores infantis. Mas a inspiração ficou perfeita,
    Bjs Bom final de semana

    ResponderExcluir
  30. Toninho, os nossos medos de infância eram muitos, e vejo em mim que alguns se fizeram sombra... ainda guardo alguns, Pedro que o diga, fica a rir de mim: assim que escurece, começo a fechar a sacada, se passa da meia-noite, dou uma espiada debaixo da cama...rsss

    Beijo, amigo!

    ResponderExcluir
  31. Bom dia, Toninho,
    lendo seu bonito texto.
    É bom quando encontramos os carneirinhos brancos.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  32. Como, tudo que escreve é original e lindo é nesse que se começa um sucesso solo
    Amei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.