Páginas

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Pegadas para o tesouro.



Vi uma menina correr pela areia da praia. Encantada com sua sombra buscava prende-la, mas notava que corria e parava com seus movimentos, era linda a cena da menina em sua inocência.

De longe admirava sua destreza e equilíbrio numa areia, que já se sentia quente para uns pezinhos de pele tão fina e assim fiquei a filmar a menina e sua sombra deslocando pela praia, ela não demonstrava medo da sombra que brincava com ela, era toda curiosidade.

Percebi que próximo havia uma mesa com algumas pessoas para onde a menina sempre olhava e sorria. Notei que eles faziam gestos para a pequenina, que sorria e corria ainda mais na caça à sombra, era tudo um misto de ternura e vigilância daqueles, que estavam à mesa.

De repente notei que ela esquecera sua sombra. Vi que ela estava pisando nas pegadas deixadas sobre a areia. Ela pisava em cada uma como se soubesse brincar de Amarelinha. A menina parava em alguma das pegadas e olhava a do lado e mudava de pisada, de longe parecia que procurava um tesouro, pois se agachava e ficava minutos olhando e depois seguia outras.

A menina corria de pegada em pegada às vezes caia sentada, mas não chorava e os olhos da mesa esperavam a reação e ela levantava e seguia na sua busca pelo tesouro. Eu de longe já tinha certeza disso.  Com as pegadas se aproximando da mesa, notei que seu sorriso era mais estridente em sintonia com a festa do pessoal da mesa, quando alguém da mesa gritou:

_Vem Marina corre para vovó e vovô!

Assim foi que pisando nas ultimas pegadas, deu uma corrida mais veloz, pois a areia já esquentava seus pezinhos  e pulou nos braços da vovó, que fora ao seu encontro saindo de um sombreiro com uma mamadeira com agua gelada. Então vi que as pegadas, a levara para o seu precioso tesouro, que eram seus avós.

Toninho
25/08/2017  

Inspiração para o projeto Botando a cabeça para funcionar da amiga Chica com inspiração livre na imagem acima. Conheça e participe.

Um bom fim de semana
para você.


13 comentários:

  1. Boa noite, amigo Toninho!
    Que lindo!
    Vou ligar pros netinhos correndo... saudade imensa... alertou-me que é hora de correr pra eles... pois sempre vêm correndo pra mim, como belamente descreveste a linda menina gauchinha...
    Amei a lembrança maravilhosa...
    Netos são memórias sempre belas e sem tristeza alguma sobretudo quando são pequeninos ainda como os meus que só chegaram a pré adolescência, não mais...
    Seja feliz e abençoado!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cantei tanto esta música que vou ficar ouvindo agora com carinho... Linda partilha!

      Excluir
  2. Nooooooooooooooooooossa! Que coisa mais linda e emocionante., Toninho... Parece que estavas ali por perto... Apenas a vovó não fica sentada quietinha,rs...Vovó fica de olho vivo e faro fino quando está a pequeninha.... ADOREI!

    OBRIGADÃO e tua inspiração sempre exuberante! Valeu! Levo o link! abração,chica

    ResponderExcluir
  3. Ah, esqueci de falar que essa música fez parte de minha infância...Adorei vê-la aqui! abração

    ResponderExcluir
  4. Bom tarde Toninho,
    Simplesmente maravilhoso o seu conto inspirado na imagem.
    Adoro a sua prosa!
    Os meus Parabéns!
    Beijinhos e abençoado fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. O que mais me comoveu foi a ternura e bondade do seu coração amoroso, querido amigo.
    Um conto muito bem imaginado e escrito numa prosa impecável, com toques de humor carinhoso, como foi escolher o nome da nossa linda amiguinha gaúcha, Marina...
    Foi uma excelente participação, prezado Toninho.
    Grande abraço de estima e admiração.
    Beijos, desejando de Paz e Bem.
    ~~~

    ResponderExcluir
  6. Adorei a musiquinha infantil - uma jóia muito bem escolhida.
    Abraço
    ~~~

    ResponderExcluir
  7. Essa cena da criança e dos avós é linda...acho que esse é o amor mais puro, dos avós por seus netinhos... conto maravilhoso...adorei...

    Bom fim de semana, Toninho...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  8. Imaginação que fluiu lindamente... Um conto muito criativo!
    Marina é uma menininha que gosta de aventuras/descobertas extraordinárias... Rsss...
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Querido Toninho
    Que bela prestação! Como a amiga Chica deve ter ficado contente!
    Enquanto lia o seu texto, comovi-me imenso, pois, como avó, imaginei a cena, como se dela fizesse parte.E que bom que é termos dois bracinhos abertos prontos para nos abraçarem!
    A sua imaginação é de uma tremenda sensibilidade. Parabéns.
    Beatriz

    ResponderExcluir
  10. Linda inspiração, e como é bom ter um incentivo de correr atrás do que se ama.

    ResponderExcluir
  11. Oi Toninho,
    Adorei sua participação. Você é muito criativo.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  12. Que doce , a sua participação, Toninho... me senti lá... com a menininha... que lindeza ver uma criaturinha descobrir o mundo... tudo é mistério e beleza...e que gostoso ouvir a musica... me levou a tanto tempo atrás...
    hoje, venho te visitar de casa nova... fiz esse outro Blog ainda hoje, pra levar de uma forma bem tranquila, pra rever os amigos... uma hora, se quiser, ficarei feliz, em me fazer uma visita... bjos amigo, boa tarde
    Valéria

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.