Páginas

terça-feira, 4 de julho de 2017

Então eu te amei.




Numa noite sem a mínima perspectiva,
via uma lua minguante vagar pelo céu.
Então ela surgiu numa estrela cadente,
envolvida no facho de luz. Seduziu-me,
impregnada no sensualíssimo perfume,
que invadiu meu corpo na madrugada,
nas trincheiras de desvairadas caricias.

Senti nossos corpos abrasados de amor,
deitados sobre a sutil maciez do cetim,
vi os raios solares devassarem a janela,
iluminaram a linda silhueta da deusa.
Mas, nova luz a levou misteriosamente,
na forma de um medonho redemoinho,
que dilacerou todo meu encantamento.

Foi assim com a cabeça nesta maresia,
senti arranhões de suas unhas afiadas,
que sangrei pelo quanto como o zumbi,
recriei a vã esperança de vê-la e tê-la.
Mas o cheiro de solidão fez companhia,
corri até à janela onde se vê o jardim,
Só vi um sabiá a cantar triste lá fora.

Toninho
29/06/2017    
Inspiração em imagem.  

Que sua semana esteja bela
leve alegre.
Neste inverno aqueça uma
pessoa pobre.










33 comentários:

  1. OLÁ,
    chego até aqui através do excelente blog da DINÁ, no qual você fez um um comentário e eu fiz outro quilométrico (kkkk) mas o tema abordado me empolga!!!
    Aproveito amigo virtual, para conhecer os meus blogues e comunico que estou seguindo você e sou exatamente o seu seguido 427 dos outros muito milhares que lhe desejo.
    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Toninho...
    Uma inspiração amorosa e romântica... Pena que o poema termine solitariamente, c um sabiá a cantar...

    Viva o AMOR!!!
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. O Amor e a Paixão despertam a alma poética do poeta com mestria ... Bj

    ResponderExcluir
  4. "Ser poeta é ser mais alto, é ser maior que os homens "
    Florbela Espanca

    Maravilhoso momento caro amigo poeta como as palavras fluem nos seus pensamentos ,perfeito ,um grande abraço muitas felicidades

    ResponderExcluir
  5. Amor sem um final feliz, como tantos, mas o poema foi brilhantemente construído...

    Uma ótima semana...
    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  6. Olá, amigo Toninho!
    Um poema de desejos contidos e que mostra, em forma de versos, tanta doçura do coração do poeta...
    A ilha é povoada de bons desejos e não tardará a ser iluminada com estrelinhas cintilantes que reluzem pertinho da lua nova... enxergará tanto amor e não será mais somente uma visão ardente...
    Muito lindo! Chove lá fora e aqueceu meu coração lê-lo com ternura de alma.
    Seja muito feliz e abençoado!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  7. Lindo!
    O último verso - aliás, os dois últimos - fecharam com chave de ouro, deixando a gente parado à porta, mão na garganta, olhando para um jardim vazio onde, há apenas alguns segundos...

    ResponderExcluir
  8. Linda e romântica inspiração. A solidão e o canto triste do sabiá emociona e me faz mais consciente da minha solidão que enlaça meu coração. Beijos amigo.

    ResponderExcluir
  9. Mais uma vez você nos brinda com um dos seus maravilhosos textos, deixando sua marca característica de muito talento e inspiração.
    Grande abraço, Toninho.

    ResponderExcluir
  10. Um amor lindo e inspirado pela lua, que chega assim de repente como uma estrela cadente. Amei poeta

    ResponderExcluir
  11. Nem me espanta tamanha beleza!Tuas inspirações! sempre assim.

    abração praiano,chica

    ResponderExcluir
  12. Sempre muito inspirado e dessa vez deixando o romantismo nos acolher com suas doces e ternas palavras de amor. Belíssimo poema caro amigo
    Beijos no coração querido vizinho

    ResponderExcluir
  13. Momentos mágicos e únicos,frutos do sonho do poeta_ descritos de forma romântica,delicada e envolta nos mistérios de uma noite encantada.
    A poesia reflete a alma bonita e contagia, enquanto a lemos baixinho_ para não acordar o poeta.Obrigada,Toninho.
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Outra bela inspiração poética !tendo os raios da Lua como companhia e um amor sedutor. Muito lindo de se viver e sentir. Parabéns amigo Toninho. Abraços

    ResponderExcluir
  15. Toninhobira, mas que abrasadora e delirante quimera!
    Foi lindo e intenso para o eu poético, enquanto durou...
    Está ele com profunda falta de um fragrante amor sedutor, mas real e constante...
    Lindo poema que nos fala do profunda ação das potentes hormonas, coisas que a natureza criou para enlouquecer os seres humanos pelo prazer.
    Um texto poético muito bem estruturado, escrito e cadenciado, com tratamento delicado da sensualidade e erotismo.
    Gostei muito, estimado amigo... vou levá-lo para o meu blogue... descubra-o...
    Tenho notado o seu afastamento da 'net' que muito lamento, porém hoje não pode faltar ao meu 'sítio'... deixei-lhe cumprimentos especiais.
    ~~~ Abraço de verdadeira Amizade ~~~

    ResponderExcluir
  16. Quero acrescentar que gostei muito de Rosa Passos e agradeço muito a apresentação.
    Saio enriquecida em conhecimento...
    Saudações poéticas e musicais.
    ~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  17. Um belíssimo encantamento... na forma de um sonho... que se materializou neste belo poema!
    Criatividade e talento, sempre no seu melhor, Toninho! Gostei imenso!
    Um grande abraço!
    Ana

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde Toninho.
    Mas um belo poema de amor,que pena que no final so o sabiá cantava na solidão. Um feliz fds meu amigo. Que frio é esse meu amigo? Estamos congelando. Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Falar de mulher e lua
    É sempre o auge do amor.
    Seja do jeito que for
    Uma sem roupa e outra nua.

    Uma que no céu flutua
    Outra cheia de pudor
    Pendente como uma flor
    Nos braços e a olhar a sua

    Beleza que a natureza
    Dispôs como luz acesa
    Que o nosso sonho ilumina.

    Mulher e lua é a certeza
    De amor, cuja a alma presa
    Preza com paixão divina.

    Belíssimo o teu poema, Toninho! Parabéns! Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  20. A todos os amigos:
    A nossa querida Leninha se submeterá a uma segunda cirurgia (já prevista desde a primeira), nesta Segunda-Feira, dia 10.
    Apesar da delicadeza do momento, ela se mantém tranqüila, confiante, em paz.
    Além das orações e do apoio dos amigos aqui de perto, gostaríamos de contar com as preces de todos vocês que sempre a apoiaram em todos os momentos.
    Que Deus recompense a cada um!
    Vera Lúcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vera,
      Vai dar tudo certo, um anjo irá acompanhar
      Beijos
      Dorli

      Excluir
  21. Lindo e intenso como todos os poemas que vc escreve.
    Amor e mistérios. Final triste que o leva a solidão. Acredito que há amores que nos deixam assim... sós. Poema tão amoroso... bjs e ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Poema e música num dueto maravilhoso!

      Excluir
  22. Lindo demais seu poema,querido amigo Toninho. Sabe falar de amor com maestria!

    Parabéns,amigo poeta! A música é divina também. Amo seus blogs!

    Seu blog está na minha lista de blogs a visitar! Recebi sua atualização e vim rapidinho ver!

    Obrigada pela visita e volte sempre

    Beijos sabor carinho e um sábado de alegrias e paz

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  23. Tão belo mas no fim tão nostálgico, tive pena de terminar com solidão.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  24. Toninho, meu querido amigo, vim agradecer por estar sempre lá no meu cantinho, levando-me palavras de incentivo e apreço.
    E também desejar que tenhas muito sucesso e consigas muitas realizações nesta vida, e que os teus passos sigam no rumo das estrelas, colocando muitos sorrisos no teu caminhar.
    Meu carinho,
    Leninha

    ResponderExcluir
  25. Muito lindo, e um final triste! Mas não estará nessa tristeza toda a beleza do seu poema? Vi a maior beleza nesse ponto. Grande inspiração, querido amigo, bonito demais. Música linda!
    Beijo, uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  26. O que pode a imaginação! Um poema de encantamento e magia.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Olá!!! Vc pediu para eu mostrar a igreja de São José no final da restauração. Passa lá no blog...

    bjs

    ResponderExcluir
  28. O amor sob o efeito da lua mexe com os brios do poeta, que não se dá por vencido e cria um belo poema. Esse é o meu amigo Toninho, com mais uma de suas excelentes criações. Parabéns.
    Um grande abraço
    Pedro

    ResponderExcluir
  29. Oi Mineirinho
    Adoro os poetas e poetisas, pois suas imaginações vão fundo e a sua foi vibrante r muito além.
    Adorei seu poema
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  30. Que lindo poema que exorta a magia da lua sobre o amor/amar. Bjs

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.